Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Sociedade Ponto Verde explica reciclagem em 2 milhões de lares

Mäyjo, 21.03.14

Sociedade Ponto Verde explica reciclagem em 2 milhões de lares

 

Sociedade Ponto Verde (SPV) arrancou no dia 19 de dezembro de 2013 com uma das maiores ações de sensibilização alguma vez realizadas, em Portugal, no que toca à reciclagem de resíduos de embalagens.

Assim, uma equipa da Sociedade Ponto Verde irá, nos próximos meses, bater à porta de 2 milhões de lares portugueses, em mais de 200 concelhos, com a missão de converter todos os que ainda não reciclam em separadores totais (que separam todos os tipos de embalagens) e clarificando as regras de reciclagem a todos os que reciclam.

Com a iniciativa Missão Reciclar, apresentada esta manhã em Lisboa, a Sociedade Ponto Verde pretende contribuir para o aumento da taxa de reciclagem em Portugal, nomeadamente do fluxo urbano (embalagens domésticas e do pequeno comércio), indo ao encontro das metas propostas no novo Plano Estratégico dos Resíduos Urbanos (PERSU 2020).

A ação é coordenada com os municípios e os sistemas municipais, com o objectivo de continuar a criar condições para que um número cada vez maior de portugueses cumpra a sua missão cívica de separar os seus resíduos de embalagem para que estes sejam encaminhados para reciclagem.

“As embalagens usadas nas nossas casas não são lixo. A grande maioria é feita de materiais recicláveis. Quando devidamente separadas e colocadas no ecoponto, as embalagens usadas podem ganhar novas vidas e gerar valor. Por isso, a missão de reciclar deve ser de todos. A reciclagem é um acto cívico, com impacto positivo no ambiente, na qualidade de vida das populações e na economia nacional, razão que nos levou a realizar esta iniciativa”, frisou hoje Luís Veiga Martins, director-geral da Sociedade Ponto Verde.

De acordo com o estudo “Hábitos e Atitudes face à separação de resíduos domésticos”, 69% dos lares portugueses fazem regularmente a separação de embalagens usadas. Com a Missão Reciclar, a Sociedade Ponto Verde pretende contribuir para o aumento dos lares separadores e da taxa de reciclagem em Portugal.

Desde a sua criação em 1996, a Sociedade Ponto Verde já encaminhou para reciclagem mais de seis milhões de toneladas de resíduos de embalagens, o equivalente ao peso de três Pontes Vasco da Gama.

Painéis solares de grafeno atingem novo recorde de eficiência

Mäyjo, 21.03.14

Painéis solares de grafeno atingem novo recorde de eficiência

 

Em 2012, investigadores da Universidade da Flórida desenvolveram um protótipo de célula solar produzido a partir de um núcleo de silício revestido de camadas de grafeno que, por sua vez, foi revestido com trifluorometano sulfonamida. Segundo os investigadores, esta célula solar atingiu uma eficiência recorde de 8,6%.

Agora, uma outra equipa de investigadores conseguiu aumentar a eficiência das células solares de grafeno para 15,6%. O novo protótipo – desenvolvido por cientistas do grupo de dispositivos fotovoltaicos e optoelectrónicos da Universidade Jaume I, em Espanha, e da Universidade de Oxford, em Inglaterra -,utiliza uma combinação de óxido de titânio e grafeno como bateria recolectora e perovskita como absorvente solar, refere o Gizmag.

Além da maior eficiência energética, os investigadores indicam que esta nova célula de grafeno é fabricada a baixas temperaturas, com as várias camadas que compõem a célula a serem processadas abaixo dos 150ºC usando uma técnica de disposição com base numa solução. Este processo não só significa menores custos de produção a nível de potência, como também torna possível que esta tecnologia seja aplicada em plásticos flexíveis,

 

O que é o grafeno?

 

O grafeno é uma nano estrutura de carbono, com a espessura de apenas um átomo mas com uma elevada resistência. Trata-se de uma camada bidimensional de átomos de carbono organizados de forma hexagonal. Tal como a grafite e o diamante, é uma das formas cristalinas do carbono.

Este material apresenta uma configuração ultrafina em que cada átomo está ligado a outro através de ligações covalentes simples (partilham um par de electrões), formando uma rede hexagonal semelhante ao padrão de um favo de mel. O resultado possui características eléctricas ópticas, mecânicas e térmicas únicas – daí que seja um excelente condutor de calor e electricidade.

Além de ser o material mais fino descoberto até  à actualidade, é transparente e para ser detectado é  necessário colocá-lo sobre uma fina placa de óxido de silício. É  também a substância mais resistente que se conhece.

Ao contrário dos metais convencionais, que absorvem a luz, o grafeno, quando incorporado num painel solar, facilita o abastecimento de energia a numerosos dispositivos electrónicos.

 

in: Green Savers

Canadá está a construir ecovia de 24 mil quilómetros

Mäyjo, 21.03.14

Canadá está a construir ecovia de 24 mil quilómetros

 

Atravessar o Canadá de bicicleta, numa ecovia construída de raiz, será uma realidade dentro de três anos e meio, quando o país completar 150 anos e inaugurar a Trans Canadá Trail, uma ecovia que começou a ser construída em 1992, quando o País celebrou 125 anos, e que já tem 17 mil quilómetros terminados – 72% da via.

O percurso irá atravessar o Canadá de uma costa à outra, percorrendo todas as províncias e territórios que constituem o País. Segundo o Pedais.pt, a ligação inclui ainda vias para peões, cavalos, ski e, em alguns percursos, canoa.

O governo canadiano espera que a nova via conjugue a criação de empregos locais, decorrentes do investimento, com o incentivo de hábitos de vida saudáveis na população. Por outro lado, o projecto será importante para aproxima os canadianos e turistas da natureza e das maravilhas do país.

Segundo o Pedais, um ciclista que se proponha cumprir o desafio de ir da costa Atlântica ao Pacífico, por aquela rota, deverá contar com pelo menos nove meses, se se dispuser a pedalar seis horas por dia à média de 15 quilómetros por hora.

“A Trans Canada Trail permitirá aos habitantes e aos turistas que nos visitem apreciar das mais deslumbrantes paisagens do mundo, promovendo a saúde e a boa forma através de uma grande variedade de actividades recreativas”, frisou, recentemente, o primeiro-ministro do país, Stephen Harper.

O projecto é desenvolvido através de um fundo para o qual o governo contribui, mas que também recebe donativos de particulares, sendo gerido por uma fundação criada para o efeito.

O Governo central canadiano atribuiu, até agora, €25,6 milhões (R$ 81,1 milhões) para a construção da via, planeada de modo a que quatro em cada cinco habitantes do país vivam a menos de meia hora do seu traçado. Os benefícios económicos deverão rapidamente cobrir os custos.

 

Foto:  MSVG / Creative Commons

 

in: Green Savers